quinta-feira, 23 de julho de 2009

terça-feira, 21 de julho de 2009

China e sua relação com os animais não humanos:
- Cães e gatos fervidos, eletrocutados, enforcados , afogados ou escalpelados vivos para a retirada de suas peles, que são utilizadas na fabricação de brinquedos e casacos, e suas carnes vão para o consumo humano;
- ursos capturados e encerrados em jaulas minúsculas por mais de 15 anos com o abdômen e a vesícula perfuradas, onde uma sonda lhes suga a bílis para fabricação de remédios fictícios; - coelhos, cães, gatos, bezerros e vários outros animais são atirados vivos para alimentar os animais selvagens famintos, enquanto por um ônibus cercado, visitantes, inclusive crianças, se deliciam com estas cenas macabras;
-milhares de tubarões assassinados todos os anos para satisfazer o apetite dos chineses por sopa de barbatana ;
- pênis e olhos de tigres, de cães, de tubarões e outros animais são servidos em restaurantes exóticos como alimentos afrodisíacos;
- nos zoológicos animais vivos são vendidos aos visitantes para que sejam jogados, com vida, aos animais selvagens famintos;
- cérebros de macacos vivos são servidos como iguarias em restaurantes considerados exóticos; - almiscareiros são capturados e mantidos em jaulas minúsculas, enquanto vivem, são manipulados de maneira dolorosa para que de suas glândulas genitais se obtenham a matéria prima para a fabricação do perfume almíscar ou musk. QUEM FAZ COM BICHO, FAZ COM GENTE! É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO E OPORTUNIDADE.
China e sua relação com os animais humanos: VIOLAÇÃO DE TODOS OS ITENS DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DE DIREITOS HUMANOS DA ONU, DA CARTA OLÍMPICA E DA CONSTITUIÇÃO CHINESA:
- TRABALHO ESCRAVO - Milhares de adultos e crianças de até 8 anos de idade são seqüestrados e vendidos para o trabalho escravo nas Olarias, Minas de carvão, fábricas etc.;
- proibição da liberdade de crença e de expressão, perseguição, tortura e morte de milhares de Tibetanos desde a invasão da China no Tibet;
- transformação do Tibet em lixeira nuclear pelo descarte indiscriminado de lixo nuclear tóxico da China; - transformação das áreas verdes do Tibet em desertos pela extração de madeiras para o comércio; - discriminação violenta às mulheres;
- perseguição violenta, execuções, confisco de bens, tortura ( incluindo a retirada de órgãos dos prisioneiros para o mercado negro) e assassinatos dos adeptos da Falung Gong – Prática de cultivo da VERDADE, COMPAIXÃO e TOLERÂNCIA;
- criação do DEPARTAMENTO 610, uma espécie de GESTAPO, para calar de forma truculenta cidadãos chineses conscientes e praticantes das mais variadas religiões e crenças;
- discriminação com os trabalhadores migrantes rurais e seus familiares, excluídos dos programas urbanos de saúde. A China se comprometeu com a ONU – Organização das Nações Unidas e com o COI- Comitê Olímpico Internacional - a melhorar as condições dos Direitos Humanos no país para poder sediar os jogos Olímpicos de 2008, mas o que se tem visto é uma alarmante piora com a aproximação do evento!Em que cova enterraram a bela filosofia Taoísta de reta ação e respeito ao próximo? Em que túmulo encerraram os ensinamentos do filósofo Confúcio, de amor ao próximo, justiça, autoconsciência da vontade do céu, regras de conduta e a sinceridade desinteressada? Alguém sabe, alguém viu? Por tudo o que a China tem mostrado ao mundo, BOICOTEM os produtos MADE IN CHINA! É só olhar as etiquetas, não podemos ser cúmplices de tanta barbaridade. Vamos valorizar a indústria brasileira, não vamos permitir que a indústria chinesa desempregue nossos maridos, tire o pão da boca de nossas crianças!Quando você compra qualquer produto MADE IN CHINA, está colaborando com o desaparecimento de nossas indústrias e enriquecendo um país cruel com os animais e sem nenhuma misericórdia humana! Só há um meio de frear as labaredas deste dragão insaciável: é não sustentar o seu fogo destruidor, para isto, assine a petição de Boicote contra a China: HTTP://WWW.THEPETITIONSITE.COM/TAKEACTION/395884823

Por: Fátima Borges
Fonte: www.floraisecia.com.br
POR QUE NÃO VÃO DEFENDER AS CRIANÇAS COM FOME?
Autor: Francisco José Papi.

"Por que não vão defender as crianças com fome?" Questão interessante. Vamos ver se essa eu consigo responder de modo didático. 1) Quem faz esta pergunta admite que existem dois tipos de pessoas no mundo: As Pessoas Que Ajudam e as Pessoas Que Não Ajudam. Além disso, admite também que faz parte das Pessoas Que Não Ajudam, afinal, do contrário, diria "Por que não me ajudam a defender as crianças com fome?", ou "Venham defender comigo as crianças com fome!", ou "Não, obrigada, vou defender as crianças com fome". Então ela se coloca claramente através de sua escolha de palavras como uma Pessoa Que Não Ajuda. É curioso a Pessoa Que Não Ajuda, não faz nenhum esforço para ajudar, mas, sim, para tentar dirigir as ações das Pessoas Que Ajudam. É bastante interessante. Se eu fosse até sua casa organizar sua vida financeira sob a alegação de que eu sei muito mais sobre administração familiar eu estaria interferindo, mas ela se sente no direito de interferir nas ações que uma pessoa resolve tomar para aliviar os problemas que ela encontra ao seu redor. É uma Pessoa Que Não Ajuda, mas ainda assim quer decidir quem merece ajuda das pessoas Que Ajudam e o nome disso é "prepotência". 2) Pessoas Que Ajudam nunca vão ajudar as "crianças com fome". Nem tampouco os "velhos", os "doentes" ou os "despossuídos". E sabe por que? Porque "crianças com fome" ou "velhos" ou qualquer outro destes é abstrato demais. Não têm face, não são ninguém. São figuras de retóricas de quem gosta de comentar sobre o estado do mundo atual enquanto beberica seu uisquezinho no conforto de sua casa. Pessoas Que Ajudam agem em cima do que existe, do que elas podem ver, do que lhes chama atenção naquele momento. Elas não ajudam "os velhos", elas ajudam "os velhos do asilo X com 50,00 reais por mês". Elas não ajudam "as crianças com fome", elas ajudam "as crianças do orfanato Y com a conta do supermercado". Elas não ajudam "os doentes", elas ajudam o "Instituto da Doença Z com uma tarde por semana contando histórias aos pacientes". Pessoas Que Ajudam não ficam esperando esses seres vagos e difusos como as "crianças com fome" baterem na porta da sua casa e perguntar se elas podem lhe ajudar. Pessoas Que Ajudam vão atrás de questões muito mais pontuais. Pessoas Que Ajudam cobram das autoridades punição contra quem maltrata uma cadela indefesa sem motivo. Pessoas Que Ajudam dão auxílio a um pai de família que perdeu o emprego e não tem como sustentar seus filhos por um tempo. Pessoas Que Ajudam tiram satisfação de quem persegue uma velhinha no meio da rua. Pessoas Que Ajudam dão aulas de graça para crianças de um bairro pobre. Pessoas Que Ajudam levantam fundos para que alguém com uma doença rara possa ir se tratar no exterior. Pessoas Que Ajudam não fogem da raia quando vêem QUALQUER COISA onde elas possam ser úteis. Quem se preocupa com algo tão difuso e sem cara como as "crianças com fome" são as Pessoas Que Não Ajudam. 3) Pessoas Que Ajudam são incrivelmente multitarefa, ao contrário da preocupação que as Pessoas Que Não Ajudam manifestam a seu respeito. (Preocupação até justificada porque, afinal, quem nunca faz nada realmente deve achar que é muito difícil fazer alguma coisa, quanto mais várias). O fato de uma pessoa Que Ajuda se preocupar com a punição de quem burlou a lei e torturou inutilmente um animal não significa que ela forçosamente comeu o cérebro de criancinhas no café da manhã. Não existe uma disputa de facções entre Pessoas Que Ajudam, tipo "humanos versus animais". Geralmente as Pessoas Que Ajudam, até por estarem em menor número, ajudam várias causas ao mesmo tempo. Elas vão onde precisam estar, portanto muitas das Pessoas Que Ajudam que acham importante fazer valer a lei no caso de maus-tratos a um animal são pessoas que ao mesmo tempo doam sangue, fazem trabalho voluntário, levantam fundos, são gentis com os menos privilegiados e batalham por condições melhores de vida para aqueles que não conseguem fazê-lo sozinhos. Talvez você não saiba porque, afinal, as Pessoas Que Ajudam não saem alardeando por aí quando precisam de assinaturas para dobrar a pena para quem comete atrocidades contra animais, que estão fazendo todas estas outras coisas, quase que diariamente. E acho que é por isso que você pensa que se elas estão lutando por uma causa que você "não curte", elas não estão fazendo outras pequenas ou grandes ações para os diversos outros problemas que elas vêem no mundo. Elas estão, sim. E se fazem ouvir como podem, porque sempre tem uma Pessoa Que Não Ajuda no meio para dar pitaco. Então, como dizia meu avô, "muito ajuda quem não atrapalha". Porque a gente já tem muito trabalho ajudando pessoas e animais que precisam (algumas até poderiam ser chamadas tecnicamente de "crianças com fome", se assim preferem os que não ajudam). (este texto pode e deve ser reproduzido) O Halem Guerra do Ecosul complementa: Esta pergunta é típica de quem não faz nada por ninguém nem por causa alguma. Como dizia o Barão de Itararé, “de onde menos se espera é que não sai nada mesmo”. fonte: www.direitoanimal.org Drª Denise Grecco Valente

quinta-feira, 16 de julho de 2009

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Tinho e batatinha !
Que abraço gostoso !!!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Enquanto os dito "RACIONAIS" se matam por petroleo, jogam filhos por janelas, roubam, mentem, traem, são gananciosos, etc... etc..., os IRRACIONAIS (?) me fazem, muitas vezes, sentir VERGONHA de ser "gente". O filminho abaixo mostra o PORQUE

http://www.youtube.com/watch?v=jcMqBqkrBMw&feature=related
"Entre a crueldade para com o animal e a crueldade para com o homem, há apenas uma diferença, a vítima".